H.T.P.C. - III

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

H.T.P.C. - III

Mensagem  Admin em Seg Set 05, 2011 7:56 am

O uso dessa ferramenta (Fórum de Discussão) está pautada na Formação Continuada do Professor, proposta pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

Atividade da Semana:
Elaborar uma Avaliação de 5 (cinco) questões, para cada sala que ministra aulas, com as referidas competências e habilidades. Cada uma das questões deverá ter as suas competências e habilidades.
Aplicar esta Avaliação na quinta ou sexta-feira desta semana (08 e 09 de Setembro), em cada uma das salas. Caso não tenha aula nesses dias, aplique na segunda ou terça-feira!
No próximo H.T.P.C. presencial (no dia 13 de Setembro de 2011) trazer o resultado destas Avaliações - com as tabulações das questões (quantos alunos acertaram e quantos erraram cada uma das questões).

Para o cumprimento desta ferramenta nesta semana, informe o que você está trabalhando para comemorar a Semana da Independência!

Bom trabalho... Very Happy flower Wink

Admin
Admin

Mensagens : 7
Data de inscrição : 17/08/2011

Ver perfil do usuário http://htpcportinari.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação Para quinta série

Mensagem  Prof. Evaldo em Seg Set 05, 2011 2:03 pm

Leia o texto a seguir e responda as questões de números 01 a 05.

Uma lembrança para guardar com carinho

Hoje de manhã todo mundo chegou muito contente na escola, porque nós vamos tirar uma fotografia da classe, que vai ficar de lembrança para a gente guardar por toda a vida, como a professora disse. Ela também disse para todo mundo vir bem limpo e penteado. Eu entrei no pátio do recreio cheio de brilhantina na cabeça. Todos os meus amigos já estavam lá e a professora estava brigando com o Godofredo, que veio vestido de marciano. O Godofredo tem pai muito rico, que compra todos os brinquedos que ele quer. O Godofredo estava dizendo para a professora que ele queria de todo jeito ser fotografado de marciano e que, senão, ele ia embora.
O fotógrafo também já estava lá com a máquina, e a professora disse para ele andar logo, porque senão a gente ia perder a aula de matemática. O Agnaldo, que é o primeiro da classe e o queridinho da professora, disse que seria uma pena não ter aula de matemática, porque ele gosta muito e tinha feito todos os problemas. O Eudes, um colega muito forte, queria dar um soco no nariz do Agnaldo, mas o Agnaldo usa óculos e a gente não pode bater nele tanto quanto gostaria. A professora começou a gritar que nós éramos insuportáveis, que se continuasse assim não ia ter mais fotografia e que ia todo mundo para a classe. Aí o fotógrafo disse: “Vamos, vamos, calma, calma. Deixe que eu sei como se fala com criança, vai dar tudo certo.”
O fotógrafo resolveu que a gente tinha que ficar em três filas: a primeira fila sentada no chão, a segunda em pé em volta da professora, que ia ficar sentada numa cadeira, e a terceira, em pé em cima de uns caixotes. Esse fotógrafo tem boas idéias mesmo.
Fomos buscar os caixotes que estavam no porão da escola. Foi muito divertido, porque não havia muita luz no porão e o Rufino enfiou um saco velho na cabeça e ficou gritando: “UUU! Eu sou um fantasma”. E aí a gente viu a professora chegar. Ela não parecia muito contente, então nós saímos depressa com os caixotes. O único que ficou foi o Rufino. Com aquele saco ele não via o que estava acontecendo e continuava gritando: “UUU! Eu sou um fantasma”, e foi a professora que tirou o saco da cabeça dele. O Rufino levou um baita susto. Quando chegou de novo no pátio, a professora largou a orelha dele e bateu com a mão na testa e disse: “Mas vocês estão imundos.” Era verdade, a gente tinha se sujado um pouco fazendo palhaçadas no porão. A professora estava zangada, mas aí o fotógrafo disse que não fazia mal, que dava tempo da gente se lavar enquanto ele arrumava os caixotes e a cadeira para a foto. O único que estava com a cara limpa era o Agnaldo, e fora ele também o Godofredo, porque ele estava com a cabeça dentro do capacete de marciano, que parecia um aquário. O Godofredo disse para a professora: “Está vendo só, professora, se todos tivessem vindo vestidos como eu não tinha acontecido nada disso.” Eu vi que a professora estava com muita vontade de puxar as orelhas do Godofredo, mas não tinha jeito de segurar, no aquário. Essa roupa de marciano é um arranjo incrível!
(Goscinny. O Pequeno Nicolau. Martins Fontes, São Paulo, 1986)

01. O narrador que está contando essa história é

(A) o Godofredo, um dos alunos.
(B) o fotógrafo que vai fotografar a classe.
(C) a professora da classe.
(D) um dos alunos da classe.

02. "Hoje de manhã todo mundo chegou muito contente na escola, porque nós vamos tirar uma fotografia da classe, que vai ficar de lembrança para a gente guardar por toda a vida". Nesse trecho, as palavras grifadas, todo mundo, nós, e a gente representam

(A) os alunos da classe.
(B) as pessoas em geral e a professora.
(C) os alunos, a professora e o fotógrafo.
(D) todas as pessoas da cidade.

03. O narrador comenta: “Essa roupa de marciano é um arranjo incrível”! porque

(A) com o capacete parece um aquário.
(B) ele acha essa roupa uma fantasia bonita e gostaria de ter uma.
(C) o capacete não deixa que a professora puxe as orelhas de quem está com ele.
(D) o capacete protege o rosto e o aluno não precisa se lavar.

04. No trecho "e foi a professora que tirou o saco da cabeça dele", a palavra grifada quer dizer:

(A) do Rufino.
(B) do Godofredo.
(C) do velho.
(D) do Agnaldo.

05. Quando o fotógrafo diz "eu sei como se fala com criança", ele quer

(A) fazer uma brincadeira com a professora.
(B) mostrar que pode, com calma, organizar as crianças para a foto.
(C) mostrar que é preciso ser rigoroso com as crianças.
(D) que as crianças tenham medo dele.




HABILIDADES AVALIADAS NAS QUESTÕES:

1-Analisar narrativas ficcionais: foco narrativo

2- Saber procurar informações implícitas no texto / Perceber o processo de encadeamento de idéias através dos mecanismos de coesão

3-Inferir uma afirmação que não está dita no texto de forma explícita?

4- Localizar informação no texto

5- Inferir uma afirmação que não está dita no texto de forma explícita?






Prof. Evaldo

Mensagens : 6
Data de inscrição : 22/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Avaliação para terceira série do Ensino Médio

Mensagem  Prof. Evaldo em Seg Set 05, 2011 2:19 pm

[justify]3°. Série do Ensino Médio – Periodo Noturno


01) Leia os versos de “Canção do Exílio”, do poeta maranhense Gonçalves Dias, antes de assinalar a alternativa correta.

Minha terra tem palmeiras, Nosso céu tem mais estrelas,
Onde canta o Sabiá; Nossas várzeas têm mais flores,
As aves, que aqui gorjeiam, Nossos bosques têm mais vida,
Não gorjeiam como lá. Nossas vidas mais amores.

(DIAS, Antônio Gonçalves. Canção do Exílio. in Poesias Completas. Rio de Janeiro: Ed. Aguilar)


Assinale a alternativa CORRETA.

A ( ) Os quatro versos finais exprimem a grande quantidade de estrelas e flores existentes na terra em que o poeta se acha exilado.
B ( ) Os advérbios “aqui” e “lá” identificam o exílio e a terra do poeta.
C ( ) Gorjear é verbo que exprime o vôo dos pássaros; esse vôo é diferente na terra onde o poeta se encontra.
D ( ) Ao utilizar os pronomes possessivos, o poeta aponta para elementos característicos da terra estrangeira.
E ( ) No verso que diz: “Nossas vidas mais amores”, o poeta omitiu o verbo ter, na terceira pessoa do singular.


02) Leia o texto seguinte, do catarinense Francisco José Pereira.

A profissão de encanador pode não ser das melhores, mas tem – digamos assim – seu prestígio. Cano furado, a água jorrando que nem poço de petróleo – chego eu, e resolvo. Pia entupida, aquele desconforto, louças empilhadas há mais de dias – chego eu, e pronto, problema resolvido. A descarga hidráulica pifou, aquele odor de fezes acumuladas – chego eu, e pronto. Quer mais ou tá bom?

(PEREIRA, Francisco José. O Pardieiro. Florianópolis: Ed. Garapuvu, 1999, p. 40)

Assinale a alternativa que encerra CORRETAMENTE a idéia central do texto.


A( ) O profissional da área hidráulica queixa-se de que sua profissão não é das melhores.
B( ) Assim como em boca fechada não entra mosca, em cano entupido a água se esvai.
C( ) Canos, pias e descargas fazem parte da rede de eletricidade de qualquer residência.
D( ) Um poço de petróleo a jorrar traz a mesma sujeira e o mesmo odor que fezes acumuladas.
E( ) O profissional que soluciona problemas revela o prestígio da profissão, não importa qual seja ela.



03) Leia o trecho da crônica abaixo, do maranhense Ferreira Gullar.

A maior ilusão em que pode incorrer um homem público é pensar que o poder que o povo lhe delegou é seu. Por incrível que pareça, muito embora seja essa uma verdade óbvia, não são poucos os políticos que dela se esquecem. Aliás, seria mais correto dizer que poucos são os que dela não se esquecem.
A Constituição do país afirma que “todo poder emana do povo e em seu nome será exercido”. (...) Quando votamos em alguém para uma função pública, o que dele esperamos é que exerça o poder que lhe delegamos para atuar na solução de problemas da comunidade. Trata-se, portanto, de um poder que está condicionado ao uso que o político faz dele. Se não o exerce visando ao interesse público, trai a delegação que lhe foi concedida e, assim, o poder delegado se torna ilegítimo.

(GULLAR, Ferreira. A ilusão do poder. Folha de São Paulo, São Paulo, p. E 10, 28/08/2005)

Assinale a alternativa CORRETA, de acordo com o texto.

A ( ) A crônica de Ferreira Gullar confirma a Constituição brasileira, segundo a qual “todo poder emana do povo e em seu nome será exercido”.
B ( ) Poucos são os homens públicos a pensar que o poder que lhes foi delegado a eles pertence.
C ( ) O povo delega poderes a homens públicos para que legislem em causa própria.
D ( ) O político não deve atuar na solução de problemas da comunidade.
E ( ) Todo político tem um poder legítimo, porque trai a delegação que lhe foi concedida.


04) Leia o texto abaixo, da escritora catarinense Maria de Lourdes Krieger.

Entro nas casas em que trabalho e cumprimento as patroas como minha mãe me ensinou: sem familiaridade, com respeito. Faço meu serviço silenciosamente, para elas nem perceberem que eu existo. Às vezes acontece de eu estar limpando um cômodo da casa ou apartamento, a dona aparecer e se assustar ao me ver. Se percebo que não devo ficar ali, me retiro discretamente, sem ela precisar pedir. Não dou conversa para empregada ou outro serviçal, nem levo conversa de uma casa para outra. Isso faz as patroas brigarem para eu trabalhar com elas. Só que nenhuma se lembrou de me convidar para um café ou parou para saber se, por baixo do robô que sou como faxineira, existe uma mulher igual a elas, que ama e sofre, sonha e chora.

(KRIEGER, Maria de Lourdes. Lembranças. Belo Horizonte: Ed. Dimensão, 2003, p. 7-Cool

Assinale a alternativa CORRETA.

A( ) De acordo com o texto, patroas sempre se desentendem com faxineiras, empregadas domésticas e serviçais.
B( ) Segundo a narradora, há evidente desinteresse humano das patroas pelas faxineiras.
C( ) Percebe-se que o texto acima é o relato de uma diarista que tem uma relação de amizade muito estreita com a patroa.
D( ) A narradora da história é uma patroa que exige discrição como requisito maior para empregar seus serviçais.
E( ) Empregadas domésticas, segundo a narradora, são robôs: não amam ou sofrem, não sonham nem choram.



05) Leia os versos do poeta catarinense Lindolf Bell.

no fundo do Vale do Itajaí
ali rastejo, festejo,
o coração colono
na calma colina

(BELL, Lindolf. O Código das Águas. São Paulo: Global Ed., 1983, p. 58)

Assinale a alternativa CORRETA.

A( ) Segundo o poema, o Vale do Itajaí localiza-se longe de colinas.
B( ) O poeta se exprime na 3a. pessoa, pois fala do colono.
C( ) O poeta tem, como um colono, a sensação do dever não cumprido.
D( ) O poema exprime o sentimento do colono em relação à sua terra.
E( ) Em “ali rastejo, festejo”, o poeta exprime, respectivamente, os sentimentos de alegria e de trabalho.


Habilidades Avaliadas:


1- Inferir o sentido de palavras ou expressões em textos literários do século XIX, considerando o contexto que as envolve.
2- Inferir o assunto principal do texto abordado.
3- Diferenciar idéias centrais e secundárias de um texto.
4- Perceber elementos estruturais da narrativa e verificar o efeito de sentido produzido pelo enunciador.
5- Inferir informações implícitas a partir da leitura do texto literário


Última edição por Prof. Evaldo em Seg Set 05, 2011 4:13 pm, editado 1 vez(es)

Prof. Evaldo

Mensagens : 6
Data de inscrição : 22/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sete de Setembro em sala de aula

Mensagem  Prof. Evaldo em Seg Set 05, 2011 4:12 pm

[justify]Em sala de aula esta semana trabalharei com o Hino Nacional Brasileiro e a versão na ordem direta para que os alunos entendam o verdadeiro significado do Hino.


A versão no original...

I
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante,
E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da Pátria nesse instante.

Se o penhor desta igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó Liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do Cruzeiro resplandece.

Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada, Brasil!

II

Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!

Do que a terra mais garrida
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
"Nossos bosques têm mais vida,"
"Nossa vida" no teu seio "mais amores".

Ó Pátria amada...

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula
Paz no futuro e glória no passado.

Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada...Margens plácidas
"Plácida" significa serena, calma. Esse é o tom desses versos. Ao contrário do hino de outras nações, o nosso não fala em guerras

...e na ordem direta

I

As margens plácidas do Ipiranga ouviram
o brado retumbante de um povo heróico,
e, nesse instante, o sol da Liberdade
brilhou, em raios fúlgidos, no céu da Pátria.

Se conseguimos conquistar com braço forte
o penhor desta igualdade,
em teu seio, ó Liberdade, o nosso peito
desafia a própria morte!

Ó Pátria amada,
idolatrada,
salve! salve!

Brasil, se a imagem do Cruzeiro resplandece
em teu céu formoso, risonho e límpido,
um sonho intenso, um raio vívido
de amor e de esperança desce à terra.

És belo, és forte, impávido colosso,
gigante pela própria natureza,
e o teu futuro espelha essa grandeza.

Ó Pátria amada,
Brasil, [apenas] tu,
entre outras mil [terras],
és terra adorada!

Pátria amada, Brasil,
és mãe gentil dos filhos deste solo!

II

Ó Brasil, florão da América,
deitado eternamente em berço esplêndido,
ao som do mar e à luz do céu profundo,
fulguras iluminado ao sol do Novo Mundo!

Teus campos lindos, risonhos, têm mais flores do que a terra mais garrida; [e assim como] "nossos bosques têm mais vida," [também] "nossa vida" no teu seio [tem] "mais amores".

Ó Pátria amada...

Brasil, o lábaro estrelado que ostentas
seja símbolo de amor eterno,
e o verde-louro dessa flâmula diga:
Paz no futuro e glória no passado.

Mas, se ergues a clava forte da justiça,
verás que um filho teu não foge à luta,
quem te adora não teme nem a própria morte.

Terra adorada...
Margens plácidas
"Plácida" significa serena, calma. Esse é o tom desses versos. Ao contrário do hino de outras nações, o nosso não fala em guerras

Ipiranga
É o riacho junto ao qual D. Pedro I teria proclamado a independência. O Ipiranga nasce junto ao zoológico da cidade de São Paulo

Brado retumbante
Grito forte, que provoca eco

Penhor
Usado de maneira figurada, "penhor desta igualdade" é a garantia, a segurança de que haverá liberdade

Imagem do Cruzeiro resplandece
O "Cruzeiro" é a constelação do Cruzeiro do Sul, que brilha, ou resplandece, no céu

Impávido colosso
"Colosso" é o nome de uma estátua de enormes dimensões. Estar "impávido" é estar tranqüilo, calmo

Mãe gentil
A "mãe gentil" é a pátria. Um país que ama e defende seus "filhos", os brasileiros, como qualquer mãe

Florão
"Florão" é um ornato em forma de flor usado nas abóbadas de construções grandiosas. O Brasil seria o ponto mais importante e vistoso da América

Garrida
Enfeitada, que chama a atenção pela beleza

Lábaro
"Lábaro" era um antigo estandarte usado pelos romanos. Aqui é sinônimo de bandeira

Clava forte
Clava é um grande porrete, usado no combate corpo-a-corpo. No verso, significa mobilizar um exército, entrar em guerra

http://1.bp.blogspot.com/-MCkZH296jsE/ThCZA4_eZKI/AAAAAAAAC3A/ijWy-TEs5X8/s1600/brasil.jpg


Última edição por Prof. Evaldo em Ter Set 06, 2011 2:12 pm, editado 1 vez(es)

Prof. Evaldo

Mensagens : 6
Data de inscrição : 22/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

QUESTÕES PARA 5ª SÉRIE, 6ª SÉRIE E 1º ANO ENSINO MEDIO

Mensagem  MARIA CLEUSA ANTONELI em Seg Set 05, 2011 7:01 pm

5ª Série/ 6º Ano

1) A religião grega caracterizava-se pelo politeísmo, que dava origem a diferentes crenças e práticas religiosas. Entre as alternativas, assinale o significado de politeísmo na religião grega:
a) ( ) Crença em um só deus.
b) ( ) Crença em vários deuses que se assemelhavam aos seres humanos e, como eles, tinham virtudes e defeitos.
c) ( ) Crença somente nos deuses ligados à natureza.
d) ( ) Crença em seres imortais.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Identificar as principais características da religião grega, analisando a crença em vários deuses como parte da vida cotidiana grega.
2) Os Jogos Olímpicos realizados na Grécia Antiga eram realizados em homenagem à:
a) ( ) Apolo
b) ( ) Zeus
c) ( ) Ares
d) ( ) Hermes
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Entender os Jogos Olímpicos da Grécia Antiga como uma festividade esportiva e religiosa realizada em homenagem à Zeus.

3) Durante a monarquia romana, a sociedade dividia-se em:
a) ( ) Patrícios, plebeus, senado e escravos.
b) ( ) Patrícios, plebeus, clientes e escravos.
c) ( ) Exército, plebeus, clientes e escravos.
d) ( ) Senado, exército, clientes e escravos.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Identificar as classes sociais da Roma Antiga durante a monarquia como característica fundamental para a análise e compreensão da história política desse período.

4) O Senado romano era constituído por membros das classes privilegiadas, conhecidas pelo nome de:
a) ( ) Patrícios
b) ( ) Plebeus
c) ( ) Camponeses
d) ( ) Nobres
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Relacionar o senado romano com o seu respectivo período, a República, bem como o poder nas mãos dos patrícios, classe dominante da Roma Antiga.

5)Entre as sete maravilhas do mundo antigo, podemos destacar:
a) ( ) Estátua de Zeus, Jardins Suspensos da Babilonia e as Pirâmides de Gizé.
b) ( ) Mausoléu de Halicarnasso, Coliseu em Roma e Ruínas de Machu Picchu.
c) ( ) Templo de Ártemis, Farol de Alexandria e Cristo Redentor no Brasil.
d) ( ) Grande Muralha na China, Taj Mahal na Índia e Colosso de Rodes.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Estabelecer relações entre as sete maravilhas do mundo antigo com as sete maravilhas do mundo moderno.

6ª Série / 7º Ano

1) No século XVI, com a conquista e a ocupação da América pelos espanhóis, milhões de índios foram mortos. Assinale a alternativa com os três maiores povos indígenas conquistados pelos espanhóis:
a) ( ) Tupis, guaranis, astecas.
b) ( ) Maias, incas e astecas.
c) ( ) Guaranis, maias e incas.
d) ( ) Incas, tupis e maias.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Identificar claramente os maias, os astecas e os incas como povos conquistados pelos espanhóis.

2) A sociedade maia, uma das mais importantes das civilizações pré-colombianas, floresceu na região que hoje corresponde:
a) ( ) Ao Uruguai, Argentina e Sul do Chile.
b) ( ) Ao Paraguai e à Bolívia.
c) ( ) Ao México, à Guatemala, Belize e a Honduras.
d) ( ) Ao Brasil e à Venezuela.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Identificar a localização atual do território dos maias.

3) Superioridade tecnológica, cobiça pelas minas de prata são fatores que contribuíram para que os espanhóis conquistassem:
a) ( ) O Império Inca e Maia.
b) ( ) O Império Asteca e Inca.
c) ( ) O Império Maia e Asteca.
d) ( ) O império Asteca, Inca e Maia.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Reconhecer os principais fatores que contribuíram para a conquista dos principais povos pré-colombianos: maias, astecas e incas.

4) Os portugueses, ao chegarem à América do Sul, encontraram uma quantidade muito grande de povos indígenas, que ocupavam toda a costa e o interior. O grupo mais numeroso, que ocupava extensas áreas do continente era:
a) ( ) Os Tupi-Guarani.
b) ( ) Carijó.
c) ( ) Caraíba.
d) ( ) Tupinambá.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Reconhecer os tupi-guarani como os povos indígenas que habitavam a costa do litoral brasileiro quando da chegada dos portugueses.

5) Quando os portugueses chegaram ao litoral do Brasil, a região já estava ocupada por diferentes povos indígenas. O termo que melhor se aplica ao tipo de relação estabelecida no contato entre portugueses e os povos indígenas é:
a) ( ) Reconquista.
b) ( ) Parceria.
c) ( ) Descobrimento.
d) ( ) Choque entre culturas.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Reconhecer que a chegada dos portugueses ao litoral brasileiro resultou no choque cultural entre povos completamente diferentes.


1º F

1) Entre os povos bárbaros que contribuíram para o fim do Império Romano, podemos destacar:
a) ( ) Francos,Lombardos,Visigodos,Ostrogodos, Anglos, Saxões,Vândalos.
b) ( ) Francos,Lombardos,Visigodos,Ostrogodos, Alemães e Alanos.
c) ( ) Visigodos,Ostrogodos, Anglos, Saxões,Vândalos,Franceses e Alemães.
d) ( ) Francos,Lombardos,Visigodos,Ostrogodos, Franceses e Alemães.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Relacionar as invasões bárbaras com o fim do Império Romano.

2) O Império Bizantino correspondia a uma parte do Império Romano do Oriente, ficando também conhecido pelo nome de Constantinopla, uma homenagem ao seu fundador Constantino. Após a conquista pelos turcos, em 1453, recebeu o nome de:
a) ( ) Líbia.
b) ( ) Istambul.
c) ( ) Cartago.
d) ( ) Córdova.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Identificar a localização atual do território do Império Bizantino.

3) Em 532, explodiu em Bizâncio uma violenta revolta que, de certo modo, era fruto da insatisfação popular contra os elevados tributos e a opressão dos governantes. Essa revolta ficou conhecida pelo nome de:
a) ( ) Revolta de Santa Sofia.
b) ( ) Revolta de Kani.
c) ( ) Revolta de Nika.
d) ( ) Revolta de Justiniano.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Estabelecer relações entre a insatisfação popular e a revolta conhecida por Nika, no Império Bizantino.

4) Assinale a alternativa que define o significado de cesaropapismo:
a) ( ) É o comando da Igreja pelo Imperador.
b) ( ) É o comando do Estado e da Igreja pelo Imperador.
c )( ) É o comando da religião cristã pelo Papa.
d) ( ) É o comando do Estado e da igreja pelo Papa.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Relacionar o poder na figura do imperador em seus diferentes aspectos : políticos, econômicos, religiosos.

5) Várias questões religiosas eram discutidas na sociedade bizantina, entre elas o monofisismo e a iconoclastia. Por iconoclastia, entende-se que:
a) ( ) É a destruição das imagens dos santos, impedindo que elas fossem idolatradas.
b) ( ) É a disputa entre o imperador e os sacerdotes que chefiavam os mosteiros.
c) ( ) Era o movimento para o qual Cristo tinha apenas a natureza divina.
d) ( ) É a produção cultural bizantina, que integrava elementos do Oriente e do Ocidente.
HABILIDADES E COMPETÊNCIAS: Diferenciar o monofisismo, movimento para o qual Cristo tinha apenas a natureza divina, da iconoclastia, que pregava a destruição das imagens dos santos, impedindo, assim, que elas fossem idolatradas, como uma das questões religiosas importantes no Império Bizantino.



Em relação ao 7 de setembro, procuro mostrar que o processo de Independência do Brasil em relação à Portugal, não foi um movimento isolado e sim resultado de desenvolvimentos históricos específicos, analisando-o de forma crítica à historiografia tradicional, dentro de um contexto mundial de grandes transformações políticas.






avatar
MARIA CLEUSA ANTONELI

Mensagens : 4
Data de inscrição : 18/08/2011
Idade : 45
Localização : Batatais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Atividades da semana da pátria

Mensagem  Silvinha em Qua Set 07, 2011 6:56 am

Conforme foi decidido no HTPC de ontem relatarei as atividades realizadas na semana da pàtria:

Primeiramente, fiz um levantantamento, junto aos alunos, dos nomes de lojas e outros lugares em nossa cidade (ou em outra) que seja em inglês (ex: petshop, shopping,etc), anotando na lousa, conforme iam dando as respostas; fiz o mesmo com os termos usados em informática (pendrive, mouse, site, etc). Os próprios alunos concluíram que é uma quantidade muito grande, se comparado aos termos e nomes do nosso idioma. Aproveitei para mostrar-lhes a desvalorização de nossa língua em relação ao inglês e a que causas está relacionada: supremacia econômica norte-americana; modismo; falta mesmo de amor ao que é nosso (lembrando que a perda da identidade cultural ou seu enfraquecimento é o maior fator de risco à exposição da dominação político- econômica de outros e´é a língua de um povo que perpetua sua cultura através da história). passei então a ensinar-lhes a historia da formação da LÍngua Portuguesa, desde o período pré-românico, destacando as diferenças do idioma falado em Portugal e no Brasil. Na semana que vem, devo terminar essa aprte expositiva, passando às atividades: exercícios de compreensão, cruzadinha e outros. flower
avatar
Silvinha

Mensagens : 4
Data de inscrição : 22/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da Patria

Mensagem  Angela Rigotto em Qua Set 07, 2011 4:03 pm

[b]Reflexão sobre a Indenpendencia do Brasil,após, a convite da direção , fomos cantar o hino nacional,resgatando
o civismo.

Angela Rigotto

Mensagens : 3
Data de inscrição : 01/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: H.T.P.C. - III

Mensagem  jessedarc em Qua Set 07, 2011 4:09 pm

Durante a Semana da Independência, foi discutido com os alunos o significado de alguns símbolos presentes na bandeira do Brasil, essa adotada a partir de 19 de novembro de 1889 e que permanece intacta até hoje, como as cores e as estrelas. Mostrei a eles a bandeira e foi explicado cada um dos seus significados, focando mais na parte azul onde se encontram as estrelas, muitas dúvidas foram tiradas e elucidadas, onde foi explicado sobre a estrela Espiga, que está situada acima da faixa branca, e representa o estado do Pará, que, à época da proclamação da República, era o Estado cuja capital, Belém, era a mais setentrional, ou seja, mais ao norte do país. Sobre as estrelas do Cruzeiro do Sul, foi explicado que representam os cinco principais estados de então: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Espírito Santo. O Distrito Federal, inicialmente na cidade do Rio de Janeiro, que em 1960 transferido para Brasília, foi representado pela estrela Sigma da constelação do Oitante, também chamada de Polaris Australis ou Estrela Polar do Sul, por situar-se no Pólo Sul celestial (em contrapartida a Polaris, situada no Pólo Norte celestial). Apesar de ser pouco brilhante e estar próxima ao limite de visualização a olho nu, essa estrela tem uma posição única no céu do hemisfério sul, pois é em torno dela que todas as estrelas visíveis giram. Coloquei aos alunos que as posições e dimensões exatas de cada componente da bandeira são definidas em lei, bem como a associação das estrelas das constelações com os estados do Brasil.


8º série

1. Explique como a pele e o corpo são protegidos das radiações ultravioleta nocivas do Sol.

2. Por que é importante a presença de elementos de absorção num filtro solar, mesmo que ele já possua os elementos refletores?

3. Explique como devemos interpretar o número que indica o fator de proteção dos filtros solares.

4. Se o bronzeamento de nossa pele é uma reação de proteção natural contra a radiação solar, por que é muito importante usar protetor solar?

5. Por que não é recomendado aplicar apenas uma vez o protetor solar durante o período de exposição ao Sol?

Competências e habilidades: ler e interpretar textos; relacionar informações representadas na forma escrita com situações do cotidiano; responder perguntas de forma objetiva em relação a reflexão e absorção da luz; ação da melanina na proteção das células da pele; uso e fator de proteção dos filtros solares; emitir opiniões quando forem solicitadas, argumentando-as.



1º Série/ 1ºSA

Observando a figura abaixo, respondam as seguintes questões



1. Sem a interferência humana. quais eram os principais mecanismos que faziam o carbono (C) circular na natureza'?

2. Que atividades humanas causam alterações no ciclo do carbono?

3. Um cientista afirmou que queimar florestas é "prejuí7o duplo" para a atmosfera. Pensando no papel das árvores no ciclo do carbono, explique o que ele quis dizer com isso.

4. Algumas empresas que utilizam a queima de petróleo em suas fábricas, com a intenção de reduzir os efeitos que causam no ambiente, estão plantando grandes quantidades de árvores. Explique como o plantio de árvores pode compensar a queima de petróleo.

5. Além do plantio de árvores, que outras soluções você proporia para reduzir a quantidade de gás carbônico na atmosfera?

Competências e habilidades: ler e interpretar esquemas sobre fotossíntese; ciclo do carbono; reconhecer atividades humanas que afetam o ambiente; identificar atitudes individuais que possam minimizar o impacto ambiental; mobilizar e relacionar conceitos estudados em outras situações.

2º Série/ 2ºSA e 2ºSB
1. Por que na formação dos gametas o tipo de divisão tem de ser diferente da mitose?

2. Como o número de cromossomos é mantido constante nas espécies com reprodução sexuada?

3. Qual o nome desse processo? Quais as características principais desse tipo de divisão?

4. Quais os eventos mais significantes que ocorrem na meiose?

5. Quando ocorre a duplicação dos cromossomos?

Competências e habilidades: descrever o processo meiótico; relacionar o comportamento dos cromossomos na meiose e o dos genes na formação dos gametas.




3º Série/ 3ºSA

1. Com base nas características dos diferentes grupos (semelhanças e diferenças), proponha um sistema de classificação e arranje os organismos em grupos. Explique e descreva os critérios utilizados. Se necessário, retome os conceitos aprendidos no bimestre anterior.

2. Quais são os organismos que possuem características mais primitivas? Por quê? Se necessário, pegue a carta referente a esse animal e descreva as principais características.

3. Quais organismos possuem sistema digestório? Ele é sempre igual nos grupos que possuem? Pesquise em seu livro didático a função do sistema digestório.

4. Quanto à simetria, organize os filos em três grupos: assimétrico, simetria radial, simetria bilateral. Qual a importância da simetria bilateral?

5. Quanto à reprodução, compare os diferentes grupos de animais. O que caracteriza cada um dos tipos de reprodução?

Competências e habilidades: reconhecer a diversidade de animais e identificá-los de acordo com o filo a que pertencem, descrevendo suas principais características e seus sistemas especializados de acordo com a função; reconhecer as características dos diferentes filos do reino animal; comparar a evolução de diferentes grupos de animais; enfrentar situações-problema.



Última edição por jessedarc em Seg Set 12, 2011 9:53 am, editado 1 vez(es)
avatar
jessedarc

Mensagens : 4
Data de inscrição : 22/08/2011
Idade : 32

Ver perfil do usuário http://www.ilhadoar.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

semana da pátria

Mensagem  Marlei Riul em Qua Set 07, 2011 8:02 pm

Utilizando a imagem da SOS MATA ATLANTICA 4.bp.blogspot.com/.../sos-mata-atlantica1.jpg,
trabalahr com os alunos a biodiversidade da Mata Atlântica; sua extensão original e a atual,; sua importância para os seres vivos. LEvar os alunos a refletir sobre a importância da preservação desta ára ainda existente e as consequências do desmatamento para o planeta.
avatar
Marlei Riul

Mensagens : 5
Data de inscrição : 24/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

FÓRUM 7 DE SETEMBRO.

Mensagem  Sergio Luis Balthazar em Qua Set 07, 2011 8:05 pm

Dentro da semana, foram abordados os estudos do retângulo, do círculo, da circunferência, do losango,e também o sentido das palavras dimensões, diagonal, paralelas, hastes e outras mais, sempre enfatizando a presença da matemática até mesmo numa bandeira e a sua importância no cotidiano.

Sergio Luis Balthazar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 23/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da Pátria

Mensagem  Roberto em Qui Set 08, 2011 6:44 am

Farei uma reflexão sobre a indepedência do Brasil, e trabalharei o hino nacional em sala, reforçando a pronuncia correta de algumas sílabas que geralmente cantamos de forma errada, principalmente com relação aos "Es" em finais de frase, que noventa por cento pronuncia "i" em vez de "e".

Roberto

Mensagens : 4
Data de inscrição : 18/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da Independência

Mensagem  REGINA MAURA em Qui Set 08, 2011 8:29 am

Esquema oficial para a construção da bandeira nacional segundo a lei nº 8421; de 11 de maio de 1992, onde estabelece as dimensões para a sua construção.

REGINA MAURA

Mensagens : 4
Data de inscrição : 19/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Indepência do Brasil.

Mensagem  Carlos Gomes Ribeiro em Qui Set 08, 2011 12:49 pm

Foi Trabalhado com os alunos, o contexto político e histórico da Indepêndencia do Brasil, foi explicado os acontecimentos. A seguir foi cantado o hino nacional e o hinom da Independência. A semana da pátria foi também trabalhado a necessidade de desenvolver no aluno e resgatar a importancia do sentimento patriótico.

Carlos Gomes Ribeiro

Mensagens : 3
Data de inscrição : 24/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da pátria

Mensagem  Milena Bergamo Thomazella em Qui Set 08, 2011 1:53 pm

Na semana da pátria pedi aos alunos que fizessem uma redação sobre a diferença entre o patriotismo do Brasil e dos Estados Unidos da América, como sou professora de inglês abordei a importância de sermos tão patriota quanto os Estados Unidos um dos países mais patriotas do mundo, e outros também. Muitos brasileiros só são patriotas em época de copa do mundo, olimpíadas, etc. (lógico que existem as exceções). E um dos pontos principais do patriotismo é saber eleger o seu presidente e seus representantes.
avatar
Milena Bergamo Thomazella

Mensagens : 6
Data de inscrição : 24/08/2011
Idade : 34
Localização : Batatais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da Pátria

Mensagem  ANA BARROS em Qui Set 08, 2011 4:24 pm

Eu trabalhei a interpretação da letra do Hino Nacional,fizemos um pequeno debate,um comentário individual,imaginando a cena da independência,depois pedi para que eles ilustrassem alguns versos do hino nacional.

ANA BARROS

Mensagens : 4
Data de inscrição : 23/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: H.T.P.C. - III

Mensagem  Jaqueline Alves em Qui Set 08, 2011 4:58 pm

Nesta semana da pátria,trabalharei com produção de texto,resgatando valores históricos,lembrando de influências culturais que o Brasil recebeu de Portugal e de outros países.Farei uma breve discussão oral em sala de aula, sobre a importância do hino nacional ,destacando palavras que são
inadequadamente pronunciadas e/ou palavras que os alunos desconhecem,sempre exercendo o auxílio devidamente correto e necessário para os alunos.

Jaqueline Alves

Mensagens : 4
Data de inscrição : 20/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da pátria

Mensagem  Amanda em Qui Set 08, 2011 5:20 pm

O dia sete de setembro é comemorado com desfile cívico-militar: principalmente na capital, onde há tanques do exército , uns blindados e outros com canhões, soldados com espadas, capacetes, cavalaria, marinha, aeronáutica,etc. E os equipamentos utilizados são fabricados pelas grandes indústrias. Muitos destes materiais são feitos a partir do ferro, alumínio, cobre, e no momento estamos estudando alguns minerais (matérias-primas), extração, separações, reações químicas nas siderúrgicas e metalúrgicas, além de algumas ligas metálicas.
A pintura do Grito do Ipiranga de D. Pedro, obra de Pedro Américo, também simboliza a independência do Brasil, pois está em todos os livros de história, uma pintura com cores muito bonitas, e alguns tipos de tintas intoxicaram muitos de nossos artistas. Como estamos estudando substâncias, elementos químicos e tabela periódica, falaremos da presença de alguns pigmentos responsáveis pelas cores, como o ferro, cobalto, titânio, etc.

Amanda

Mensagens : 4
Data de inscrição : 24/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da Pátria

Mensagem  Jaqueline Ribeiro Puga em Qui Set 08, 2011 6:06 pm

Nessa semana trabalhei com textos históricos sobre a Independência e uma imagem da Bandeira Nacional, discutimos os textos em relação a imagem da Bandeira. Depois, cada aluno produziu um comentário sobre o que aprendeu e o que já sabia a respeito da Pátria. Pedi também que em dupla respondessem uma pergunta em forma de texto: Qual é a importância da Independência para cada um de nós? Depois, cada dupla fez a leitura do texto que produziu para a classe.

Jaqueline Ribeiro Puga

Mensagens : 4
Data de inscrição : 22/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da Pátria

Mensagem  Elza Terezinha Bortolo em Qui Set 08, 2011 8:06 pm

[justify] Durante esta semana, em algumas aulas trabalhei com os alunos um texto que aborda sobre o tema "O homem e a consciência de si mesmo", com o objetivo de fazê-los perceber que mediante nossa autoconsciência somos capazes de refletir sobre o mundo, o sentido da vida e agirmos com responsabilidade. E a partir daí, podermos perceber o valor das coisas, e entre os valores, o valor moral e o valor cívico. Enfatizei, por estarmos na semana da Pátria, o valor cívico que é o cumprimento consciente dos deveres para com a Pátria, entre os deveres o respeito a Bandeira, como se comportar ao cantar o Hino Nacional, enfim abri uma discussão oral para que os alunos apresentassem seus argumentos sobre o tema em estudo, e assim fazê-los perceber que para cumprir os deveres perante a sociedade devemos compartilhar boas qualidades e termos responsabilidades sobre nossos atos.

Elza Terezinha Bortolo

Mensagens : 4
Data de inscrição : 23/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da Pátria

Mensagem  Lucélia Rosa Franzoni em Qui Set 08, 2011 10:26 pm

Essa semana procurei trabalhar com meus alunos o verdadeiro sentido do dia 7 de Setembro, Dia da Independência.
Com temas atuais que tratam principalmente de cidadania, democracia, igualdade social, tentei fazer com que percebessem a importância de serem brasileiros e defenderem a nossa Pátria, até pelo simples fato de cantar o Hino Nacional, não se deixando levar por outras culturas, sem antes valorizar a nossa riqueza cultural, que começa pelo amor à terra onde vivemos no sentido mais completo da frase: "Eu sou brasileiro com muito orgulho e amo o Brasil apesar de tudo!", isto quer dizer que , mesmo com tantos problemas de violência, desigualdade social, sistema precário de saúde, políticos corruptos etc, sabemos que só nós brasileiros é que podemos lutar juntos para tentar melhorar tudo ou pelo menos quase tudo que não vai bem por aqui.


cheers [color=green] Viva o Brasil![/color] cheers Surprised bounce

Lucélia Rosa Franzoni

Mensagens : 4
Data de inscrição : 23/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da Independência

Mensagem  Ana Carolina em Sex Set 09, 2011 7:07 am

Esta semana, retomei o assunto sobre a Independência do Brasil, trabalhando a questão do Desmatamento, enfocando a importância do Verde das nossas matas, representado na bandeira; a exploração dos minérios, (amarelo da bandeira), do Ar, trabalhando o tema poluição (representado pelo Azul do céu), além da representação do Branco que abriu caminho para discussão sobre a Paz, principalmente sobre a importância de estarmos em um ambiente harmônico na escola, em casa e no trabalho, enfatizando a importância da nossa saúde mental para agirmos com respeito aos outros e ao nosso meio ambiente.

Ana Carolina

Mensagens : 2
Data de inscrição : 25/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da Independência

Mensagem  MARIA HELENA em Sex Set 09, 2011 7:12 am

Houve uma conversa com os alunos a respeito da importância da data 7 de setembro para todos os brasileiros. Após a conversa foi proposto a montagem de um quebra-cabeça do mapa do Brasil com todos os estados, capitais e suas respectivas bandeiras.

MARIA HELENA

Mensagens : 3
Data de inscrição : 22/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da Pátria

Mensagem  Cristiana Ap. Silva em Sex Set 09, 2011 8:34 am

Esta semana trabalhei com os alunos sobre a importância do dia 7 de setembro,fizemos uma reflexão sobre o Hino Nacional analisando seus versos e o real sentido relacionando aos dias atuais.

Cristiana Ap. Silva

Mensagens : 1
Data de inscrição : 23/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Semana da Pátria

Mensagem  Cássia Mendes em Sex Set 09, 2011 8:50 am

Com base no tema proposto pelo governo federal, "Construir um Brasil que avança está em nossas mãos”, para realização das comemorações da Independência do Brasil, propus um debate entre os alunos, promovendo uma reflexão sobre o que podemos fazer para construir esse Brasil com maiores oportunidades, visando a redução das desiguladade e superação das pobrezas.

Cássia Mendes

Mensagens : 4
Data de inscrição : 23/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O “sete de setembro” em sala de aula:

Mensagem  Roberta Altrão da Silva em Sex Set 09, 2011 9:04 am

Durante esta semana, apresentei aos alunos o contexto histórico em que se deu a independência do nosso país (o fato de ter sido um processo bastante lento e articulado pelas elites nacionais, bem como a falta de participação popular). Discutimos os símbolos nacionais como a Bandeira e o Hino Nacional. Feito isto, realizamos a leitura de textos que questionam se o Brasil é, de fato, independente ou não. A partir destas leituras, saímos das análises históricas e chegamos ao tempo presente. Discutimos a independência do país do ponto de vista econômico, cultural etc.
Durante as aulas, procurei mostrar que o tradicional Desfile de 7 de Setembro não é a única forma de se lembrar e comemorar a “independência” do país. As reflexões e discussões promovidas também são uma forma de se relembrar tal fato histórico. Além disso, discutimos questões relacionadas à cidadania, igualdade social e racial, preconceito, sistema de cotas, a passividade do povo brasileiro em relação às questões políticas (o fato de votarmos sempre nos mesmos velhos políticos que “roubam, mas fazem”), nacionalismo e patriotismo, bem como, outras questões que fazem parte do cotidiano do brasileiro. Feito isto, pedi para que elaborassem uma releitura da nossa independência (poderia ser um desenho, história em quadrinhos, poema, etc)

Roberta Altrão da Silva

Mensagens : 3
Data de inscrição : 02/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: H.T.P.C. - III

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum