Aula referente ao dia da Independência do Brasil - 7 de setembro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aula referente ao dia da Independência do Brasil - 7 de setembro

Mensagem  Rose A.Contadini Dessotti em Qua Set 07, 2011 9:41 am

JUSTIFICATIVA: A presença da História da Matemática na educação matemática brasileira proposta pelos documentos curriculares mais recentes

PUBLICO ALVO: 1º EJA ( 1º SA – Cândido Portinari – Batatais)

Embora não possa afirmar que essa recomendação tenha se traduzido em mudanças na realidade das salas de aula, atualmente no Brasil, como em outros países, a história da matemática parece estar vivendo um momento de sucesso em relação à recomendação de sua presença na prática pedagógica na matemática da escola básica. Diversos trechos do texto dos PCN se referem à história da matemática: Por exemplo, no que diz respeito ao tema transversal da pluralidade cultural, ressalta-se a importância, no processo de ensino e aprendizagem, da história da matemática, para explicitar a dinâmica da produção histórica e social do conhecimento matemático de modo que se caminhe “para a superação do preconceito de que a Matemática é um conhecimento produzido exclusivamente por determinados grupos sociais ou sociedades mais desenvolvidas” (BRASIL, 1997, p. 34).
Além disso, a história da matemática figura, no documento, junto à resolução de problemas, aos jogos e às tecnologias da informação, como um dos recursos disponíveis para “fazer Matemática” em sala de aula: enfatiza-se, aí, que ela pode contribuir para o processo de ensino e aprendizagem, tanto porque ajudaria a desenvolver atitudes e valores mais favoráveis à matemática no aluno, quanto porque auxiliaria a construção das idéias por ele.
A maioria das pessoas possivelmente nunca pensou que as práticas educativas em matemática têm uma história. Na verdade,o mundo escolar e o ensino da matemática estão de tal modo presentes em nosso quotidiano que parecem naturais; é muito difícil imaginar que nem sempre eles existiram ou tiveram a mesma aparência com que se apresentam a nós. Além disso, talvez pareça à maior parte das pessoas que não há modificações na matemática ensinada nas escolas em diferentes tempos e lugares – ensinam-se sempre as mesmas coisas e do mesmo modo.



Conteúdo trabalhado: Análise de dados e probabilidades
1ª Parte : Um pouco da história do ensino de matemática no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A história do ensino de matemática no Brasil inicia-se no Brasil Colônia, devido às necessidades militares. Com a necessidade de defender seu território, a Coroa Portuguesa necessitava instruir seus militares no Brasil para a construção de fortificações e a artilharia. José Fernandes Pinto Alpoim, um militar português, criou então as primeiras obras do gênero, que envolviam conhecimentos de elementares de aritmética e geometria.
Com a Independência do Brasil, houve a necessidade da elite brasileira de criar uma universidade no Brasil, em especial para a criação de cursos jurídicos. Com as discussões sobre a criação, decidiu-se então com o apoio de militares, que havia a necessidade de incluir exames de geometria para o ingresso no curso. Assim, dá-se início a criação de cursinhos preparatórios para o ingresso em cursos superiores.
A partir da criação do Colégio Pedro II, houve as primeiras tentativas de criação do ensino secundário. Entretanto, como os cursinhos preparatórios eram o caminho mais curto para passar nos exames de ingresso, em geral havia um grande abandono do colégio. Assim, o conteúdo dos exames se tornaram a primeira referência curricular, que era o mesmo oferecido nos cursos preparatórios.
Surgiram na década de 1930 as primeiras faculdades de filosofia, com o intuito de formação de professores. Com isso foi sendo implantado o ensino seriado obrigatório. Graças aos esforços de Euclides Roxo na Reforma Francisco Campos funde-se as então disciplinas de aritmética com a álgebra e a geometria transformando-as na disciplina de matemática. Entretanto não acabou fundindo propriamente, e sim reunindo, pois as matérias continuavam sendo ensinadas separadamente.
Na década de 1960, surge com força o movimento da Matemática moderna, baseando o ensino de matemática na formalidade e no rigor.

2ª Parte: A data – 7 de Setembro
Um jogo de cartas marcadas- JOÃO BONTURI
(especial para a Folha de S.Paulo)

A independência do Brasil foi forjada sob o despotismo esclarecido do século 18. A frase "Pedro, se o Brasil se separar, antes seja para ti, que hás de me respeitar, do que para algum aventureiro", dita por D. João VI, no dia 24 de abril de 1821, indica os limites das palavras "Independência ou morte". O mentor de 7 de setembro de 1822 não foi D. Pedro, mas o seu pai, D. João VI.

Reconhecimento da independência do Brasil
Dom Pedro 1º negociou com as nações estrangeiras o reconhecimento da independência do Brasil. Os Estados Unidos foram o primeiro país a reconhecê-la oficialmente. Não obstante, a adoção da forma de governo monárquico e as tendências absolutistas do imperador brasileiro geraram resistência ao reconhecimento da independência do Brasil por outros países americanos recém libertos do jugo colonial.

Na Europa, por outro lado, as nações conservadoras se opunham ao reconhecimento da independência de qualquer ex-colônia. A Inglaterra, porém, desempenhou um papel de mediadora, nas negociações para o reconhecimento internacional da independência do Brasil. Obtiveram deste modo, inúmeras vantagens comerciais.

Foi por intermédio da Inglaterra que, em 1825, Portugal reconheceu a independência brasileira em troca de uma indenização de dois milhões de libras.

Um grito de independência?
O Grito do Ipiranga foi o ato que, simbolicamente, oficializou o rompimento com Portugal; rompimento que, na verdade, se iniciara em 1808, com a transformação do Brasil em sede do Estado português. Portanto, a independência atendeu aos interesses conservadores das elites agrárias, não se alterando, em nada, a velha ordem econômica e social, gerada ao longo da colonização: o latifúndio continuou predominante, a escravidão foi mantida e os laços da dependência econômica com a Inglaterra.



Desenvolvimento da aula:
Competência de área 4: Ler e interpretar informações e fazer uso das ferramentas estatísticas para descrever e analisar dados, realizar inferências e fazer predições.Compreender o caráter aleatório e não determinístico dos fenômenos naturais e sociais e utilizar conceitos de probabilidades.
Habilidades do Grupo I:
• Descobrir informações nos acontecimentos, situações, textos etc.
• Identificar, reconhecer, indicar, apontar o que corresponde a um conceito ou a uma descrição
• Identificar uma descrição correspondente a um conceito ou às características típicas da fala, de diferentes tipos de textos
• Localizar uma informação em um texto
• Discriminar situações e fenômenos com diferentes níveis de semelhança
• Representar por gestos, palavras, objetos, desenhos, gráficos etc., situações, sequências, fenômenos, acontecimentos etc.
Habilidades do Grupo II:
• Fazer antecipações sobre a continuidade de acontecimentos
• Ordenar fatos, acontecimentos, representações, de acordo com um critério pré-estabelecido.
Habilidades do Grupo III:
• Analisar fatos, acontecimentos, situações, com base em princípios, padrões e valores
• Aplicar fatos e princípios a novas situações, para tomar decisões, solucionar problemas, fazer prognósticos etc.
• Levantar suposições sobre causas e efeitos de fenômenos e acontecimentos
• Fazer generalizações indutivas e construtivas
• Justificar acontecimentos, opiniões, interpretações e decisões.

Rose A.Contadini Dessotti

Mensagens : 3
Data de inscrição : 23/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aula de Inglês - 6ª a 8ª série

Mensagem  Márcia Abrão em Qui Set 08, 2011 4:08 pm

Na semana da Pátria irei trabalhar a história da Independência do Brasil, a conscientização dos alunos em respeito ao nosso país, bem como seus símbolos nacionais e a importância destes símbolos para a nação brasileira.
Os tópicos em Inglês serão:
* Independence Day in Brazil: History;
* National Symbols of Brazil: Flag, Anthem, Coat of Arms, Bird, Flower

Habilidades e Competências:
- Incutir nos alunos o respeito à nação brasileira, mostrando a eles como o Brasil é conhecido e respeitado no exterior, destacando os Estados Unidos com o Brazilian Day comemorado em Nova York.


Márcia Abrão

Mensagens : 6
Data de inscrição : 26/08/2011
Idade : 45

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum